bee-oficial-horizontal-RGB.png
CONHEÇA TAMBÉM
SOBRE

© Beemob Desenvolvedora de Programas LTDA
 Rua Tomaz Gonzaga, 481 - Três Figueiras, Porto Alegre - RS
CNPJ: 30.183.698/0001-99

SOCIAL
  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • White LinkedIn Icon
  • Branca Ícone Pinterest
Google Play BeemobApp_1.png
App store_2.png
  • Beemob

Due Dilligence no mercado imobiliário: Você sabe o que é e como é usado?

Atualizado: Mar 24


Originário do inglês, Due Dilligence significa “dediva diligência”. É uma etapa extremamente importante tanto no processo de venda quanto na aquisição de um imóvel, no qual o profissional imobiliário especializado tem papel fundamental.


Mas você, corretor, sabe o que é? Sabe da importância de seus clientes – e leads potenciais – também conhecerem e entenderem a relevância dessa prática? Preparamos esse artigo explicando mais a fundo o que é o como usar o Due Dilligence nas suas negociações. Confira:


Due Dilligence: o que é e para quem é


Basicamente durante qualquer processo de compra ou venda é fundamental que o imóvel, objeto de negociação, passe por uma averiguação legal da sua situação. Por lei, segundo artigo 723 do Código Civil e artigo 20 da Lei 6.530/1978, o papel do corretor passa por essa responsabilidade: ele deve conferir a documentação do imóvel na negociação, e alertar as partes da negociação sobre possíveis riscos e irregularidades.

O Due Dilligence é exatamente esse procedimento investigativo, mas vai mais a fundo em levantamentos de processos judiciais e administrativos com uma análise mais profunda e detalhista. Esse processo é fundamental tanto para garantir a quem está vendendo seu imóvel a garantia de que está sendo diligente e correto, evitando problemas futuros por negligência, quanto para quem está adquirindo o imóvel ter toda a segurança no processo de compra.


Tipo de investigação


Nesse procedimento investigativo é feita uma análise completa sobre diversos pontos, indo além da documentação. O estudo contempla aspectos de natureza tributária e fiscal, cível, trabalhista, ambiental, urbanística, propriedade intelectual, regulatória e concorrencial, em âmbito judicial e extrajudicial, nas esferas municipais, estaduais e federais. Ou seja, é uma investigação mais profunda do imóvel, seja comercial ou residencial.


São analisadas, por exemplo, as possibilidades de fraude de credores ou execução, de dívida de antigos proprietários que possam trazer risco de perda do imóvel, entre outras. Tudo isso para garantir segurança de que a negociação é justa e segura para ambas as partes.


Documentação

Entre as documentações há três “categorias” principais que são solicitadas e analisadas:

  1. documentos do imóvel – Certidão de matrícula no Cartório de Registro de Imóveis, Certidão de ônus reais relativos ao imóvel, Carne do IPTU, Comprovante de pagamento de água, luz, telefone, gás, entre outros;

  2. documentos do vendedor, incluindo seu cônjuge se houver e independente do regime de divisão de bens – documentos pessoais, Consulta completa de SPC e SERASA, Certidão negativa de tributos federais, FGTS e estaduais, entre outros;

  3. documentos técnicos – Regulamento interno do condomínio quando houver, Planta da casa ou apartamento, Auto de Conclusão de Obra (Habite-se) e muitos outros.

Que profissional pode realizar o Due Dilligence?


Na maioria das vezes esse procedimento é realizado por um advogado especializado em direito imobiliário. Porém, já existem muitos corretores preparados para esse tipo de análise. Inclusive, corretores que são formados em direito são um ótimo exemplo.


Por que ter um bom network imobiliário é fundamental?


Esse exemplo explica perfeitamente o que sempre trazemos na Beemob como fator decisivo para a carreira imobiliária de sucesso. É de extrema importância que você, corretor, esteja sempre se especializando e até em formação para seguir evoluindo na sua carreira imobiliária.

Equipe Beemob.

#corretoresimobiliários #novidadesdomercadoimobiliário #futuroimobiliário #mercadoimobiliário #duedilligence #tecnologiaimobiliária

4 visualizações